Cientistas fazem teletransporte virtual de objetos

Fonte: Trek Brasilis

Um dos conceitos de Jornada mais discutidos até hoje pela ciência refere-se ao famoso Holodeck. Ao que parece estamos cada vez mais próximos dessa ficção. Uma equipe de cientistas europeus “teletransportou” virtualmente objetos reais através do ciberespaço, o que ajudará a criar experiências virtuais muito mais realistas e envolventes do que qualquer coisa já conseguida antes.

O sistema permite ter a sensação do tato ao tocar objetos virtuais e até mesmo sentir os movimentos de um parceiro de dança virtual.

Aproximando-se ainda mais do tradicional Holodeck da série A Nova Geração, os usuários não apenas veem e ouvem seu ambiente virtual, os objetos e os avatares, como também podem tocá-los e interagir com eles.

A tecnologia abre caminho para novas aplicações em telepresença, telemedicina e design industrial, além, é claro, dos jogos e do entretenimento. “Os aspectos audiovisuais da realidade virtual avançaram muito nos últimos anos. Assim, acrescentar a sensação de toque é o próximo passo,” diz Andreas Schweinberger, pesquisador da Universidade Técnica de Munique, na Alemanha. “Sabemos que, quanto mais os sentidos puderem ser usados, mais interação e maior a sensação de presença. E uma forte sensação de presença significa que a experiência será mais envolvente e mais realística.”

Esta tecnologia de “virtualização online” utiliza um scanner 3D e um sistema de modelagem para criar uma representação virtual de um objeto real, como um copo, uma caixa ou o protótipo de um produto.

A representação digital 3D do objeto pode então ser transmitida a alguém em um local remoto. Usando óculos especiais e usando uma interface tátil, o usuário que recebe a imagem virtual pode movimentá-la, tocá-la e até sentir seu peso.

Os pesquisadores também aprimoraram técnicas que permitem ao usuário sentir diferentes texturas e a rigidez de um objeto, permitindo que se diferencie, pelo toque virtual, entre objetos duros, macios ou até mesmo líquidos.

Os gamers têm, obviamente, muitos motivos para se entusiasmarem com estas novas tecnologias, que prometem trazer uma nova dimensão de realismo aos ambientes de realidade virtual. Muito além do entretenimento, contudo, existem muitas outras aplicações.

Agora que o projeto finalizou seus trabalhos, os diversos parceiros continuarão o desenvolvimento das tecnologias individuais, visando sobretudo sua colocação no mercado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: