Carl Sagan se orgulharia

Carl Sagan se orgulharia

Fonte: Juliana Dacoregio, a Heresia Loira (http://bulevoador.haaan.com)

Introdução: Alex Rodrigues

Música e pensamento crítico, aí está uma combinação que me agrada. E qual não foi a minha surpresa ao me deparar com um e-mail enviado pela nossa parceira, Juliana Dacoregio, com um texto em que ela descreve a emoção ao ouvir uma banda de rock utilizando ideias de Carl Sagan.

Senti-me compelido a trazer o texto para o Bule, primeiro porque Carl Sagan é Carl Sagan, um dos grandes expoentes da divulgação científica, do ceticismo e do pensamento crítico. Depois, porque utilizar a arte para divulgar a ciência é sensacional, e qualquer pessoa ou grupo que se disponha a fazer isso, em um país tão carente dessa aproximação cultura-conhecimento, merece certa atenção.

Assim, reproduzo abaixo o texto que nossa querida Heresia Loira enviou.

*************************

a

Eis que numa bela noite de luar (nem sei se a lua se fazia presente, foi só pra deixar o início do texto mais poético, mas prossigamos) lá estava eu, numa boa, curtindo um show da Nekrós, banda na qual meu amigo Robson Brígido é guitarrista.

Bem, não estava exatamente prestando muita atenção… Havia acabado de chegar, ainda estava fazendo aquela social, cumprimentando um aqui, outro ali, mapeando o terreno, aquelas coisas que a gente faz quando chega na balada. Até que, de repente, ouço o vocalista falar sobre Carl Sagan.

Minhas antenas ligaram na hora, “hey, ele falou Carl Sagan? Ele falou mesmo Carl Sagan? Por que? O que Carl Sagan tem a ver com isso?!”, fiquei repetindo como um papagaio, larguei a amiga com quem estava de papo e corri para a frente do palco pra saber qual era o babado. Então fui informada de que “sim, Pablo, o vocalista, tinha mesmo falado em Carl Sagan” porque as idéias do astrônomo são fonte de inspiração para as letras e direcionamento da banda.

Fiquei fascinada, passei a prestar mais atenção no som e descobri que além de fãs de Sagan, os caras mandam muito bem no Metal (não que eu entenda tecnicamente de música, mas entendo de sensações e, sinceramente, por motivos diversos, consegui a proeza de me emocionar num show de rock pesadão).

Segue abaixo a descrição do próprio vocalista sobre o norte da Nekrós e, mais precisamente, a influência de Carl Sagan em uma de suas músicas…

The Candle – A Letra

“No show que fizemos dia 18 de dezembro de 2010 pela Tribo do Rock, no Ventuno Pub, pela primeira vez anunciei que a música “The Candle” foi inspirada no livro “O mundo assombrado pelos demônios” de Carl Sagan, o que acabou chamando atenção de alguns dos presentes.

O conteúdo do livro não só inspirou a letra da música como reflete bem o pensamento dos integrantes da banda.

Segue abaixo a letra com comentários:

We’re in a society where the mystic is the law
We must have another world
Look into the darkness, there’s a light that you can see
For it I give my blood
Watch it burn

Carl Sagan, em vários momentos de sua carreira, denunciou as crendices e pseudociências como astrologia, tarô e as religiões. Esses são os “demônios” que assombram o mundo, na visão dele.

Burning down the lies with truth
Lightening up the darkest days
The clouds, the stars, the space, the earth
The candle will show us the way

O subtítulo do livro no Brasil ficou: “a ciência vista como uma vela no escuro”. Daí o nome da música, “The Candle”.

UFO’s flying high in our psychedelic skies
We dwell in our lack of thoughts
While we pray for windows’ vultures, craving for some help
From images that we treat like gods
Powerless Gods

Até mesmo a crença em extraterrestres não passa de pura especulação, segundo Sagan. Até 1996, quando ele morreu, não houve nenhuma evidência da existência de vida alienígena. O livro cita o caso do monumento em forma de um rosto humano em Marte, captado por uma sonda, mas que mais tarde mostrou ser apenas um jogo de sombras. Porém foi um prato cheio para mídia do mundo inteiro.

Asking for an answer
All knowledge become high
Wisdom made of lies
Comes to surround our life

Concepts of reality we create for guarantee
Assure our mistaken life
Pathetic search for eternal life changes human’s behavior
We trust in our self-lies
Not Anymore

Além de curioso o ser humano é ansioso e para não ficar sem respostas, as inventa.”

No momento, segundo o blog da banda, a Nekrós encontra-se em fase de produção do primeiro álbum que vai se chamar “A Candle in the Dark”.

Mais informações:

Nekrós Blog

Myspace.com/nekrosband

Palcomp3.com/nekros/

Nekros: O bom e velho metal

Twitter.com/bandanekros

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: